17-11-2015 - 15:19

Santiago do Sul é o quinto Legislativo da Acanor com Câmara Mirim

A quinta Câmara Mirim da Associação de Câmaras Municipais do Noroeste de Santa Catarina (Acanor) está com seus vereadores diplomados e empossados. O Programa Parlamento Jovem foi implantado pelo Legislativo de Santiago do Sul, que agora junta-se a São Lourenço do Oeste, Jupiá, Galvão e Irati. A Câmara Municipal de São Bernardino será a próxima a ter vereadores mirins. 

Na solenidade de posse estavam presentes o presidente da Câmara Municipal e da Acanor, Ademir Paulo Casanova, o prefeito de Santiago do Sul, Volmir Antonio Sotille, o diretor da Escola de Educação Básica (EEB) São Tiago, andir Fransozi, além dos demais vereadores, professores, pais e alunos do município.

Segundo o secretário da Câmara, Vanderlei conci, o processo de implantação da Câmara Mirim de Santiago do Sul iniciou no segundo semestre deste ano, com orientação da Acanor e da Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). As eleições dos vereadores mirins foram realizadas em outubro com participação da EEB São Tiago e da Escola Pequeno Cidadão, onde participaram alunos com idade entre 12 e 15 anos.

Foram eleitos os seguintes vereadores mirins: Arcemino André Fransozi; Cristian Gabriel Rissardo; Gabriel Taison Campanholo; Josiane Tais Gentilini; Juliana Aparecida Bandeira; Karen Maisa Lorenzetti; Lucinéia Trentin Rissardo; Raísa Barbara Brunetto e Taís Regina Oliveira. O mandato será de um ano e as atividades plenárias começam em março, onde será formada também a mesa diretora.

Para o presidente do Legislativo e presidente da Acanor, a meta é formar lideranças na comunidade e por isso Santiago do Sul também adotou o Programa Parlamento Jovem. Ele diz que esta é uma semente que poderá germinar e transformar-se em bons frutos no futuro.