28-08-2015 - 10:53

Servidores e educadores definem detalhes para implantar mais Câmaras Mirins na Acanor

Servidores dos Legislativos associados à Associação de Câmaras Municipais do Noroeste de Santa Catarina (Acanor) e profissionais da educação destes municípios reuniram-se na tarde de quinta-feira (27), na sede da Acanor, para discutir o cronograma do decreto de lei que vai implantar o Programa Parlamento Jovem na região. Hoje com oito Câmaras associadas, três delas já tem seus vereadores mirins, sendo São Lourenço do Oeste, Jupiá e Galvão.

Recentemente, as cinco Câmaras da Acanor que não tem o programa receberam a visita dos profissionais da Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), recebendo as primeiras orientações. Agora, o próximo passo é criar os decretos de leis e aprová-los, para que o processo possa iniciar com as eleições dentro das escolas.

Conforme o secretário executivo da Acanor, Éderson Hermann, o objetivo do programa é educacional e pedagógico, não partidário. “Queremos formar lideranças e mudar a visão que os jovens têm sobre política”, explica Hermann acrescentando que os alunos que participam do programa melhoraram seu desempenho escolar.

Para a assessora de planejamento da Secretaria de Educação de Coronel Martins, Maria Nilce Marmentini Somavila, a rede municipal de ensino tem interesse sim em implantar o Parlamento Jovem no município porque acredita que esse será mais um incentivo aos alunos em desempenharem novas funções na comunidade. Ela, que também é professora, diz preocupar-se com o amanhã, com o que acontecerá aos jovens de hoje.

Campanhas sociais

Os vereadores mirins de São Lourenço do Oeste, Jupiá e Galvão desenvolvem também projetos sociais, geralmente um a cada ano. Em 2015, por exemplo, estão em andamento campanhas de prevenção contra a Aids, de recolhimento de lixo e teve ainda uma de arrecadação de donativos para o município de Coronel Freitas, atingido pelas fortes chuvas de julho.