08-12-2017 - 15:05

Reunião define criação do Programa Parlamento Jovem em Palma Sola

Câmara Municipal de Palma Sola, a mais recente integrante da Associação de Câmaras Municipais do Noroeste de Santa Catarina (Acanor), realiza reunião para discutir a implantação do Programa Parlamento Jovem no município. O encontro aconteceu na manhã desta sexta-feira (8). A reunião foi iniciativa da Mesa Diretora, sob o comando do vereador Clair José Munaro.

Participaram da atividade o Presidente da Câmara, Clair Munaro; os vereadores Rodrigo Calegari, Claudinei Schein e Paulo Luiz Mantelli; Carla Hachmann, Assessora de Gestão, representando o Prefeito Cleomar José Mantelli; os professores Francieli Zamboni Holz, representando a E.E.B Claudino Crestani; Daniel Zanatta, representando a E.E.B Catharina Seger; Rodrigo Gritti representando o N.E.F Libório Romildo Kuhn; e as representantes da secretaria de Educação Marli Werlang e Loreni Benetti.

A mediação das discussões foi feita pelo secretário executivo da Acanor, Éderson Hermann, que expôs a tramitação legal para a implantação do Programa.

A presidente da Câmara Mirim de São Lourenço do Oeste, Kamilla Copetti, e os conselheiros legislativos mirins Luiz Fernando Galvagni Lazarin e Alisson Modtkowski, também acompanharam a reunião, falando sobre as suas experiências no Programa.

Segundo o presidente da Câmara de Palma Sola, o objetivo de criar a Câmara Mirim no município é envolver a população, principalmente os jovens, nas ações públicas e políticas.

“Oportunizando a eles buscar mais conhecimento a respeito do trabalho dos vereadores e as funções da Câmara Municipal e da Prefeitura, além dos demais órgãos públicos e da sociedade num todo”, destaca.

Para o secretário da Acanor, e também secretário executivo da Câmara de São Lourenço do Oeste, Éderson Hermann, a Associação vem trabalhando de modo expressivo com os municípios da região no sentido do fortalecimento dos Legislativos e da própria sociedade.

Ele frisa que o Parlamento Jovem tem se mostrado um importante instrumento de aproximação da população com os entes públicos e na formação política e cidadã dos jovens, com vistas à participação maior na sociedade e na conscientização por uma política séria e voltada aos interesses da coletividade.

Segundo as tratativas, o projeto logo deve ser apresentado para tramitação na Câmara. A intenção é realizar de imediato a primeira eleição para a Câmara Mirim. O Programa em Palma Sola seguirá o modelo adotado pelas Câmaras pertencentes à Acanor, considerando o resultado positivo obtido ao longo dos anos de desenvolvimento. Das 11 Câmaras associadas, nove já possuem o Programa em andamento.